Vovó-vovó e vovó-mamãe

Só entende o quê é ser avó, quando se torna avó.
É que nem ser mãe. Só sabe o quê é ser mãe, quando vira mamãe.

Ser avó é uma experiência muito gostosa e muito interessante. Tem algumas peculiaridades. A avó pode ser de dois tipos:
Tem a avó de final de semana, e tem a avó de todo dia.
A avó de final de semana é a vovó-vovó.
É a vovó que pode bajular, pode paparicar, pode “deseducar”… Pode ser vovó-vovó.
E tem a avó de todo dia.
Vovó de todo dia é vovó-mamãe e é vovó-vovó tambééém…
E essa vovó soooofre!!!
Porque ela sabe que precisa ser vovó-mamãe, mas ela quer mesmo é ser vovó-vovó.

A vovó-mamãe, quando o netinho não quer comer arroz com feijão, diz: – você precisa comer arroz com feijão, porque tem que comer ferro, pra ficar forte.
Mas a vovó-vovó acha que tudo bem. Não quer quer arroz com feijão, então vamos comer a carninha, o verdinho, a batata…
No lanche a vovó-vovó bate um suquinho com laranja, cenoura, espinafre e maçã. E dá um bolinho ou um pãozinho com geléia. Pronto. Tudo resolvido. Vai comer o ferro e vai ficar forte…

A vovó-vovó acha que criança dorme só quando está com sono. Então, o netinho pode ficar vendo um filminho, conversando com a vovó e com o vovô. Quando o sono chegar, a vovó-vovó põe no carrinho e faz dormir…
Mas a vovó-mamãe sabe que toda criancinha tem que ter rotina… São dez e meia da noite, e já está na hora do netinho ir pra caminha…

A vovó-mamãe sabe quando o netinho está fazendo birra, e chora sem estar sentindo nada. Dá logo uma bronca e põe “moral no pedaço”.
A vovó-vovó também sabe quando o netinho está fazendo birra. Só que ela não gosta de ver o netinho chorar!!! Aí, ela põe no colo e, bora conversar, ver o peixinho, a tatá…

A vovó-vovó não gosta que ninguém fique irritando o netinho com brincadeira que o netinho não gosta. Dá uma bronca em quem faz essas brincadeiras e livra o netinho da encheção…
A vovó-mamãe tem que dizer que é só uma brincadeira e que o netinho não pode ficar bravo…

É uma briga danada! Da vovó-vovó com a vovó-mamãe, que são a mesma vovó!
O bom mesmo é ser vovó-vovó.
A vovó de final de semana, só que todo dia!!!!!

Anúncios

2 opiniões sobre “Vovó-vovó e vovó-mamãe

  1. Lilizinha, decidido: eu quero ser vovóvovó de findi. Se for todo dia também. Educar é pr’os fortes, pr’os pais. Vovó tem fraqueza de amor, de deseducar. Aperreie não. Diga uma coisa que a mãe manda e faça outra que o coração de vóvis diz. Assim mermo. Bejins procê e Helena, só pras duas cúmplices. Amor e alegria.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s