O quê levamos e o quê deixamos

Hoje eu fui ao enterro do marido de uma grande amiga minha que, por conta dela, também se tornou meu amigo.

Quando deixamos este mundo, só levamos conosco, “nós mesmos”. Mas deixamos muita coisa.

Meu amigo deixou uma mãe que, sentada no chão, ao lado do túmulo, relembrava em voz alta, muito emocionada e muito triste, a infância, a adolescência e a fase adulta do filho que partia.
Deixou um pai que assistia a tudo muito atento, sem emitir um som sequer.
Deixou uma mulher apaixonada, que me disse: – fiquei sem meu Bebê, Lili!
Deixou três filhos. Um, ainda pequeno, que parecia não entender muito bem tudo que estava vivendo, e outros dois, maiores, que já choravam a falta que vão sentir do pai.
Deixou muitos, muitos amigos que choravam pela perda do amigo, mas que também cantavam.

Apesar da tristeza que meu amigo nos deixa com sua partida, tão prematura, ele deixa dentro de cada um nós, sua alegria, seu bom humor e sua doçura!

Pra minha amiga, tão alegre, tão bem humorada e tão doce, como era o seu Bebê!

https://m.youtube.com/watch?v=wx0wyD1sXFM

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s