Direito de um X direito do outro

Eu sou daquelas pessoas “bem mandadas”.
Não tenho dificuldade nenhuma em lidar com as normas e regras estabelecidas.
Mas tem umas coisas que me deixam, como diz a galera, “bolada”.
Olha só.
Comprei uma mala nos Estados Unidos muito bacaninha!!!
Cor de rosaaaa. Fofa! E não foi nem um pouquinho barata não. Foi a coisa mais cara que comprei nos States…
Arrumo minha mala toda felizinha da vida e, como eu já sei como “são tratadas” nossas malas nos aeroportos, pensei: ah! Essa eu vou mandar embalar pra não sujar.
No aeroporto de Orlando, muitos devem saber, porque de três fulanos por lá, três são brasileiros, não tem o serviço de embalagem. A criatura tem que pegar um carro, sair do aeroporto, andar uns dez minutos pra poder embalar sua bagagem.
Complicado, né?
Bom… Lá fui eu. Embalei a fofa da minha mala e despachei.
Chego em Brasília e ó!!! Minha malinha rosaaaa, de-sem-ba-la-da.

– quê isso meu Deus? Cadê o plástico que embalava minha malinha, gente???
– ih mãe! Pegaram sua mala pra vistoria!!!
– tá! Tudo bem! Mas olha a cor da minha mala!!! Ah não!!!

Chego em casa, abro minha malinha que foooi rosa e virou cinza, e tem lá um aviso dizendo que, minha mala tinha sido aberta, vistoriada e que tudo que tinha sido removido, tinha sido reposto no seu devido lugar.
“All right”. Mas cadê o plástico que protegia minha mala?
Ah! Mas eu fiquei muito danada da vida!

Quer dizer que “o cara” tem o direito de retirar a embalagem da minha mala, se necessário arrombá-la, se não conseguir abrir o cadeado, vasculhar tudo, por questão de segurança, e eu tenho que recebê-la de volta imunda???
Caraca! Se eu coloquei o plástico nela, é porque eu queria que ela viesse embalada, uai!
Que abram, revistam, façam lá o quê quiserem, mas que me devolvam a mala do jeito que a encontraram, meu Deus!
Por quê não meteram a mala num saco plástico e lacraram o saco?
Se eu quisesse uma mala cinza, eu teria comprado uma mala cinza, né não???

Se é direito de “um” abrir sua bagagem, arrombá-la se necessário, vasculhar tudo, é direito do “outro” recebê-la de volta do jeito que a despachou, tô errada???

Anúncios

Uma opinião sobre “Direito de um X direito do outro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s