Rindo de mim mesma

Eu acho que nós temos que ter noção das qualidades e defeitos que possuímos.
Eu tenho uma qualidade. Consigo, sem o menor pudor, rir de mim mesma.

Muitas pessoas, mas é muita mesmo, inclusive familiares, me acham muito parecida com a Adriana Esteves.
Eu também já achei. Quando eu era mais nova. Hoje não mais.
Uma tia do meu marido era impressionada com a semelhança. Um dia ela me perguntou se eu tinha certeza de que nós duas não éramos parentes…
Outro dia, uma amiga virtual, me disse, no primeiro dia de amizade, “menina, você é a cara da Adriana Esteves”. Eu respondi: com uns bons aninhos à frente, né???
Meu irmão sempre me diz também. Só que ele acha mais do que fisicamente parecida, que “os trejeitos” são iguais.
E por aí vai.

Mês passado eu passei uns dias numa pousada maravilhosa no litoral de Alagoas.
Vizinhos de chalé, uns “globais”….
E olha quem eu encontro lá???
Adriana Esteves.
Não resisti e fui falar com ela. Segundo meu cunhado eu sou muito “desinibida”.
Seráááá???
Aproveitei um momento em que ela estava sozinha, e me aproximei:
– oi Adriana? (Ó a intimidade!!!!)
– oi! Tudo bem?
– tudo. Olha só, eu não quero te incomodar. Sei que vocês estão aqui, no meio do nada, pra ficarem longe dos holofotes e dos assédios.
Ela riu…
– mas sabe o quê que é? É que muita gente me acha muito parecida com você!!!
– mesmo??? Como é o seu nome?
– Liliana.
– ah Liliana! Você não está me incomodando não! Quer dizer que somos parecidas!!!
– pois é. E eu te vendo aqui, tive vontade de falar com você!
– ah que bom! Senta aqui!!!
Aí o papo rolou um pouquinho, ela muito simpática, falamos sobre as novelas (do tempo que eu via a Globo), conversamos sobre a paz da pousada, enfim, conversamos lá um pouquinho.
Aííí…. Ela parou, me olhou por um tempinho e me disse:
– sabe, Liliana? Você se parece muito com minha mãe!!!
– ééé??? Bom…. Eu não conheço sua mãe… Então, eu sou você amanhã….
Conversamos mais um pouquinho, me me despedi dela e saí.
Saí rindo demais. E falei pra mim mesma:
– será que eu me pareço mesmo com a mãe dela, ou ela me achou muuuito velhinha pra ser parecida com ela, heim???

Até hoje, quando eu me lembro dessa história, eu rio muito e me faço a mesma pergunta.

– será???? Pode ser, né???

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s