Eu sou “ar”!!!

Arranjei uma dor nos meus calcanhares.
Mas é uma dor danada. Quando eu levanto da cama de manhã e toco meus pés no chão, quero subir com eles de novo… Ô dor!!!
Fui ao ortopedista. Radiografia dos “calcanhos”. Tudo normal. – Lógico. Eu já pensei comigo mesma. É a idade!
BINGO!!!!!!!!
– olha Liliana, seus calcanhares estão normais. Meu consultório é cheio de mulheres da sua idade com este problema.
(Já não gostei…. Deve estar na cara, literalmente, a minha idade… Já providenciei uma Cicatricure pras “rugas de expressão”…)
– ah é? E o que é, então?
– é que vocês se aposentam e passam a usar somente os sapatos rasteiros. Sem salto. O tendão fica tensionado, inflama e daí vem a dor que você sente.
– ah tá! E faço o quê?
– já tem que levantar trepada no salto!!!
– mas que coisa, heim? Nunca gostei de salto, sou baixa assumida e agora, depois de velha, tenho que virar madame…

Comecei a usar uma sandália de saltinho.
A dor continuou.
Fui a um acupunturista.
Esse acupunturista foi meu professor de Ioga há mais de 20 anos. Era um garoto. Bonitinho que só ele.
Topei com um homem maduro, muito bonito e muuuito simpático.
Como eu já conheço esse “povo alternativo”, porque já frequentei tudo que é tipo de “alternativos”, já imaginava como seria a consulta.
Uma hora e meia.
Olha a íris, a língua, as unhas, o cabelo, a palma da mão…. o calcanhar mesmo, veio por último.
E aí vieram as perguntas. Essas eu adoro!
– nasceu a que horas, Liliana? (Por acaso eu sabia. Precisei saber pra fazer um mapa astrológico)
– onde?
– já fez alguma cirurgia?
– gosta do frio ou do quente?
– é calorenta ou friorenta?
– come muito ou come pouco?
– bebe muita ou pouca água?
E mais algumas. Até aí eu sabia de tudo.
– data da primeira menstruação?
– hã? Assim, a data???
– mais ou menos. Quantos anos você tinha?
– olha só: se você me perguntar como foi, onde eu estava, coisa desse tipo, eu te conto nos detalhes. Agora, a daaaata!!! Quantos anos eu tiiiinha!!! Não faço a menor ideia…
– mesmo? Interessante!
– você retirou sua vesícula quando?
– o ano? Sei não!!! Deve ter uns 8 anos. Será? Ah não! Para com essas perguntas difíceis, pelamordedeus! Eu me detenho “no assunto”. Na data…. Não mesmo!!!
– kkkkk!!! Você é igualzinha a mim… Você também é “ar”!!!!!
Eu nem vou contar pra vocês como são as pessoas “ar”. Se eu contar, quem não é, vai querer virar uma pessoa “ar”!!!! Só qualidades e virtudes! Ô moço simpático!!!

Depois de muita conversa, muitas perguntas, algumas sem respostas… Vamos às agulhinhas pra tudo que é canto, inclusive no calcanhar….
Acabada a consulta de uma hora e meia, saio eu do consultório (com o calcanhar doendo, mas adorando ser “ar”) com uma receita na mão, e a orelha cheeeeia de sementinhas…
As sementinhas eu sei pra que são. Pra ajudar a parar de fumar, porque o tal remédio que eu tomei e contei aqui, me fez perder a vontade de viver. Mas a vontade de fumar, nem pensar…
Agora, a receita… 30 gotas, 3 X ao dia, de “Du Huo Ji Sheng Tang”….
Essa… eu não tenho a menor ideia do que seja esse “composto”, e nem pra que serve. Se é pro calcanhar ou se é pra parar de fumar.
Isso é porque eu sou “ar”….

Anúncios

Uma opinião sobre “Eu sou “ar”!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s