Desvio de função

Desvio de função

No salão onde eu faço minhas unhas, frequenta uma moça que é psicóloga.
Prestenção na profissão: psi-có-lo-gaaaa!!!
Sempre eu encontro com ela.
Anda num chiquê danado. Muuuito elegante!
Falante que só! Eu perco looonge!!!

Ontem eu encontrei a dita cuja lá.
Tô eu fazendo minhas unhas e a dona do salão conversando com ela, que estava debruçada sobre o balcão.

E papo vai, papo vem, surge o pau que rola.
O impeachment da Dilma.

A psico:
……
– menina! Eu fui encher o tanque do meu carro hoje. Quê isso? Gastei $$$$. ah! Mas eu vou exercer minha cidadania dia 15 de março! Veja que coisa! Quando eu cheguei em Brasília, eu fui pra rua pra tirar o Collor da presidência, agora tudo se repetindo…
– pois é! O Collor não devia nuuuunca ter saído. Coitado! Não fez nada!
– ah mas não fez mesmo! Perto dessa VACA aí… Era um santo!!!

Eu até que pensei em entrar na conversa. Queria perguntar pra ela o porquê que ela queria o tão falado impeachment da Dilma, que até agora eu numtôintendeeeendo.. Mas quando eu ouvi o tal da VACA, eu desisti.

Peguei a minha chavinha do carro e vim pra casa escutando meus tico e teco prosearem:
“Essa moça, que me parecia ser tão elegante, tá desviada de função. Ela devia fechar o consultório dela de psicóloga, se juntar ao Mainard, que já é chegado num BOI, e ir trabalhar no Manhattan Connection, não devia não???”

Anúncios

Uma opinião sobre “Desvio de função

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s